Segunda-feira, 27 de Agosto de 2012

Caravana artística vai ligar as duas Capitais Europeias da Cultura

Uma caravana artística com cerca de 30 pessoas vai atravessar a Europa para "estreitar laços" entre as duas Capitais Europeias da Cultura 2012, Guimarães e a cidade eslovena de Maribor, uma iniciativa integrada no projeto Spera Mundi.


A comitiva, com artistas de Portugal, China, Macau, Hong Kong e Twain, sai de Guimarães dia 03 de setembro e dia 22 irá apresentar-se a Maribor, informou hoje a Fundação Cidade de Guimarães.

 

Spera Mundi é uma iniciativa a cargo das companhias Point View art Association (Macau), da Companhia Mystérios (Brasil) e da Companhia Erva Daninha, de Portugal.

 

Segundo explica a Fundação, este é um "programa multidisciplinar" que irá seguir uma "rota internacional" com destino à Eslovénia e com paragens em Tarrega, Marselha e Liubliana.

 

Este é um projeto, define a organização de Guimarães 2012, que "responde aos desafios de representar o potencial universalista de Portugal na Europa, e estreitar os laços que unem as duas Capitais Europeias da Cultura de 2012".

 

O espetáculo inaugural do projeto, a cargo do coletivo de Macau, "Playing Landscape", terá lugar dia 01 de setembro sendo uma "performance de interação entre a expressão tradicional e contemporânea de teatro e dança" que integra ainda um trabalho de pintura e multimédia de Cindy Ng.

 

A 02 de setembro, a Companhia Erva Daninha "ocupa" o Jardim do Centro Cultural Vila Flor com o espetáculo de circo contemporâneo "Aduela".

Depois da viagem que marcará a "ponte" entre Guimarães 2012 e a Capital Europeia da Cultura Maribor 2012, Spera Mundi volta aos palcos vimaranenses com as atuações da Companhia Mystério e Novidades, no Largo da Oliveira, a 28 e 29 de setembro.

 

O trabalho apresentado será o espetáculo "Gigantes pela Própria Natureza", uma orquestra de rua sobre pernas de pau, "inspirada em músicas tradicionais indígenas, africanas e europeias".

 

Agência Lusa/SAPO Notícias

publicado por Equipa SAPO às 15:51
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 1 de Agosto de 2012

Uma nova Maria nasceu na Capital Europeia da Cultura

Maria de Guimarães é o nome do novo símbolo vimaranense. Uma boneca de barro feita a "nove mãos" que pretende explicar e ilustrar as tradições da cidade, desde a cutelaria, bordados, curtumes e gastronomia, nasceu nesta terça-feira na Capital Europeia da Cultura Guimarães 2012.

Uma "mulher de armas", em forma de pote, que, segundo a criadora Madalena Martins, "é uma contadora de histórias, pronta a viajar pelo país, levando consigo Guimarães".

 

Apresentada como um "pote de segredos", Maria Guimarães traja as cores de Portugal, verde e vermelho, mas também o azul da primeira bandeira do país que nasceu em Guimarães.

 

"A Maria é uma contadora de histórias. A História de Guimarães, que é também de Portugal. Conta a alma da cidade e está pronta para viajar pelo mundo com as tradições da cidade e os segredos que lhe contarem", explicou Madalena Martins.

 

Roliça, Maria enverga o bombo dos Nicolinos na saia, "uma das marcas de Guimarães", à cinta três talheres que fazem desta Maria, como tantas outras, "uma mulher de armas" que usa as ferramentas típicas de Guimarães: as cutelarias.

 

Com o elmo de D. Afonso Henriques na cabeça, Maria Guimarães segura um pinheiro - símbolo de outra das festas de Guimarães - em couro, "lembrando a indústria dos curtumes vimaranense", além dos sapatos que traz às costas.

 

A cantarinha dos namorados, um pássaro em forma de rolha, separa os segredos de Maria do mundo e garante que esta "apenas conta algumas das histórias que sabe".

 

Numa única peça, afirma a autora, "estão representadas as indústrias representativas de Guimarães: cutelarias, curtumes, calçado, bordados e artesanato".

 

Quem quiser levar esta Maria para casa, pode encontrá-la à venda na loja da Capital Europeia da Cultura Guimarães 2012 em formato de boneca, chocolate ou íman.

 

Agência Lusa/SAPO Notícias

publicado por Equipa SAPO às 10:28
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Julho de 2012

Jorge Sampaio: Capital Europeia da Cultura é um sinal de esperança

Jorge Sampaio apontou a Capital Europeia da Cultura Guimarães 2012 como um "sinal de esperança" e como prova que a "vontade, talento e energia" dão a Portugal a "necessária projeção internacional".

 



No balanço de seis meses da Capital Europeia da Cultura (CEC) Guimarães 2012, o presidente do Conselho Geral da Fundação Cidade de Guimarães realçou que o evento está a mostrar que é "possível ir além do espaço" geográfico a que o país está "confinado".

 

De janeiro a julho, Guimarães 2012 desenvolveu 950 eventos, que se traduziram em 30 novos filmes, na estreia mundial de 10 novas criações musicais, 20 residências artísticas de teatro e dança, com uma assistência que ultrapassou os 300 mil participantes.

 

Segundo deu conta o presidente da Fundação Cidade de Guimarães, João Serra, já foram executados cerca de 40 por cento dos 25 milhões de euros previstos no orçamento global, que conta com um financiamento europeu de 18 milhões, "já completamente assegurado".

 

Já Sampaio destacou os "feitos" de Guimarães 2012 ao apontar que se "constataram sucessos em vários domínios", desde a nova criação, educação, formação e experimentação.

 

Impacto internacional


O ex-presidente da República ressalvou "a importância que Guimarães adquiriu no contexto nacional e internacional" e "o contributo económico e social" que o evento assumiu.

 

Sampaio destacou ainda o papel da CEC na internacionalização de Portugal avisando que "é preciso ir além do espaço geográfico do país numa altura em que é necessária projeção internacional" e que "Guimarães tem conseguido isso".

 

Exemplo desta projeção, apontou Sampaio, "é a percentagem de participantes nos eventos fora de Guimarães (50 por cento) e estrangeiros (25 por cento)". Ideia reforçada por João Serra, que referiu "a quantidade de visitantes institucionais que têm vindo à cidade", cerca de 700.

 

Financiamento garantido


Sobre a questão do financiamento, João Serra afirmou que "todas as candidaturas já estão apresentadas", 58 no total, e o "financiamento garantido", incluindo o do movimento associativo Tempos Cruzados. "Apesar da situação anormal vivida entre fevereiro e março, as contingências do passado estão ultrapassadas", assegurou.

 

Serra referia-se aos "atrasos" no pagamento dos fundos europeus através do Programa Novo Norte, consequentes da restruturação do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), superados pelo "regime de exceção" que o Governo reconheceu à CEC pela "importância e vitalidade do evento".

 

A Fundação chegou mesmo a ter que recorrer a empréstimos na banca tendo-se também "socorrido" da receita de bilheteira para "fazer face aos compromissos inerentes à execução da programação", segundo João Serra.

 

O presidente da Fundação garantiu, "que nada ficou por fazer ao contrário do que chegou a ser noticiado" admitindo, porém, que "foram necessários alguns ajustes".

 

Turismo aumenta


Ambos os responsáveis assinalaram que a CEC teve um "forte impacto" nos números do turismo de Guimarães, cuja taxa de ocupação por quarto passou de 47 para 62,2 por cento, em "claro contraciclo com a realidade nacional".

 

Também a venda de bilhetes do teleférico registou aumentos, na ordem dos 47 por cento, comparando com 2011, assim como o Paço dos Duques que atingiu os 220 mil visitantes nos primeiros meses de 2012, mais 40 por cento do que no ano anterior.

 

Agência Lusa/SAPO Notícias

Imagem: Almedina Mestrovac e Sara Kozlovic

publicado por Equipa SAPO às 12:10
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 12 de Julho de 2012

Procissão sem culto religioso passa nos jardins do Palácio Vila Flor

Os jardins do Palácio Vila Flor, em Guimarães, vão ser local de passagem para a Procissão K2, um espetáculo que enaltece conceitos como "tribo", "migração", num culto sem sentido religioso, mas "com grande carga emocional".

 


 

Procissão K2 é um espetáculo desenvolvido ao abrigo da Capital Europeia da Cultura Guimarães 2012, que "envolve dança, teatro, música, mas no sentido inverso ao tradicional", afirmou em entrevista à agência Lusa a encenadora Isabel Barros.

 

Esta é uma coprodução com o Balleteatro, que envolve finalistas dos cursos de ballet e teatro e jovens vimaranenses que se candidataram a um "lugar na tribo" desenvolvida em regime de residência artística ao longo de três semanas.

 

"Um dos desafios a que me propus foi saber como iria conseguir motivar um grupo de pessoas tão jovens para um projeto que não só não é comercial como é anticonvencional", explicou Isabel Barros.

 

Os jardins do Vila Flor "não são o palco" do espetáculo, mas "apenas um local de passagem" para aquele bando, "um grupo de pessoas que faz algo comum na história, quer ao homem quer aos animais, migrarem, em conjunto, em marcha".

 

K2 foi feito a pensar na disposição dos jardins do Vila Flor, mas, explicou a criadora, "faz parte da narrativa do espetáculo a visão que a peça não começa nem acaba ali. O grupo vem de algum lado e segue caminho para outro qualquer sítio. Há continuidade".

 

A procissão não conta uma história, mas "segue uma narrativa interna", segundo Isabel Barros, mas esta "não está ao alcance do público porque faz parte do código do bando".

 

Apesar do nome remeter para um conceito ligado à religião, procissão, "K2 tem essa noção de culto, mas sem nenhuma religiosidade", embora "integre conceitos "com grande carga emocional".

 

Isabel Barros identifica nesta procissão "memórias e vidas passadas" representadas ao ritmo da voz que sai dos altifalantes. "A base mais forte da procissão é o trabalho de voz e de corpo, assim como a relação com o espaço", afirmou a coreógrafa.

 

Embora pensado para os jardins do Vila Flor e para Guimarães 2012, esta não é uma criação inédita, uma vez que esta procissão já passou por Matosinhos, a propósito da abertura do Teatro Constantino Nery.

 

"Porquê este nome? A procissão é uma passagem. K, é o fator incógnita, desconhecido. E 2 porque a K já passou", disse Isabel Barros.

O espetáculo estreia na quinta-feira e passará pelos jardins do Palácio Vila Flor até sábado, pelas 19h. A entrada é gratuita.

 

SAPO Notícias/Agência Lusa

Imagem: João Octávio Peixoto/Guimarães 2012

publicado por Equipa SAPO às 15:21
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Julho de 2012

Que tal fazer um piquenique em Guimarães este domingo?

Já cheira a férias e a passeios em família. E um piquenique vai bem com as duas coisas. Durante o verão, Guimarães lança o convite: vá até ao Parque da Cidade e leve uma manta, merenda e boa disposição.

 


 

A iniciativa chama-se Pic Nic Play e está inseria na agenda da Capital Europeia da Cultura. Acontece quinzenalmente no Parque da Cidade e promove várias atividades ligadas à música, desporto, animação, vendas de alimentos, artesanato, workshops e cinema.

 

O programa para este domingo inclui performances dedicadas ao tema da pintura do século XX, a criação de uma obra plástica composta por desenhos dos participantes, atividades desportivas e uma flashmob que irá começar na Praça de Santiago.

 

O “Oupa!Mob – mp3 experience”, irá decorrer ao ritmo de um ficheiro áudio, disponível para download no site do evento, que vai servir para sincronizar os participantes. Se quiser ser um deles, basta descarregar o ficheiro para um leitor de mp3.

 

Os próximos Pic Nic Play decorrem nas seguintes datas: 29 de Julho, 12 e 26 de Agosto, e 9 de Setembro. A entrada é livre e o evento decorre das 11h às 19h.

 

SAPO Notícias

Imagem: João Peixoto/Fundação Cidade de Guimarães

publicado por Equipa SAPO às 17:56
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Junho de 2012

Plataforma das Artes inaugura no domingo com exposição de José de Guimarães

É o mais recente espaço da Capital da Cultura 2012. A Plataforma das Artes abre ao público do domingo, dia da cidade de Guimarães.


 

O novo equipamento fica situado nas instalações do antigo mercado da cidade e vai contar com diversas valências: Centro Internacional das Artes José de Guimarães, ateliers e laboratórios criativos. A sessão de abertura, às 10h, será presidida pelo presidente da República.

 

A abertura do novo espaço, que representou um investimento de 16,6 milhões de euros, fica também marcada pela inauguração da exposição “Para além da história”.

 

Trata-se de uma mostra de coleções de arte pré-colombiana, arte tribal africana e arte arqueológica chinesa, bem como de obras do artista plástico José de Guimarães.

 

Também no domingo, Guimarães 2012 inicia o novo ciclo de programação “Tempo para Sentir”.

 

No seguimento dos capítulos anteriores, os La Fura dels Baus e o Centro de Criação de Teatro e Artes de Rua (CCTAR) apresentam um novo espetáculo, que decorre entre o Paço dos Duques de Bragança e o Castelo. A performance tem início às 22h.

 

SAPO Notícias

 

publicado por Equipa SAPO às 17:49
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Maio de 2012

Alexandre Desplat ensina música para cinema em Guimarães

Alexandre Desplat, um dos mais requisitados compositores para cinema da actualidade, vai estar em Guimarães de 25 a 27 de maio, como convidado da Capital Europeia da Cultura, que lhe dedica um ciclo de programação. Além da exibição de uma selecção de filmes, Desplat dá um concerto e uma masterclass sobre composição para cinema.

 

Veja a notícia completa no SAPO Cinema.

publicado por Equipa SAPO às 17:29
link do post | comentar | favorito

Cultura na cidade-berço

Guimarães é Capital Europeia da Cultura durante 2012. O SAPO Notícias quer sentir o pulso à cidade-berço através de reportagens, testemunhos e curiosidades.

Categorias

. Página inicial
. Em foco
. Locais
. Testemunhos

Agenda

Confira a programação completa da Capital Europeia da Cultura no site oficial.

Pesquisa

Posts recentes

Caravana artística vai li...

Uma nova Maria nasceu na ...

Jorge Sampaio: Capital Eu...

Procissão sem culto relig...

Que tal fazer um piqueniq...

Plataforma das Artes inau...

Alexandre Desplat ensina ...

Laurie Anderson escolhe G...

Transformar lavadouros em...

Castelo de Guimarães será...

Canal de vídeos Guimarães 2012 no SAPO

tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds