Segunda-feira, 21 de Maio de 2012

Laurie Anderson escolhe Guimarães para começar digressão europeia

Laurie Anderson, uma das músicas e performers mais originais dos Estados Unidos, começa a sua digressão europeia com a apresentação de “Dirtday!”, em Guimarães - Capital Europeia da Cultura, esta terça-feira.


 

Em “Dirtday!”, Laurie Anderson discorre sobre a política, as teorias da evolução, a família e a História, com palavras e canções.

 

Música, performance e artes visuais são a base, num espetáculo multimédia que fecha uma trilogia, que teve em “Hapiness” e “The End of the moon” os episódios anteriores.

 

A nova-iorquina vai ainda atuar em Coimbra, no Teatro Gil Vicente (na quarta-feira), em Aveiro, no Teatro Aveirense (quinta-feira), em Torres Vedras, no cineteatro local (sexta-feira) e em Torres Novas, no Teatro Virgínia (no sábado).

 

“Ela acaba por ser uma conjugação de diferentes artes, a música, a força da palavra e também a presença da imagem, e é na conjugação de fatores que acaba por ser bastante impactante a sua obra”, declarou à agência Lusa Rui Torrinha, o coordenador do programa Polifonias, em que se insere a atuação de Laurie Anderson.

 

Para Rui Torrinha, é de esperar “um espetáculo multimédia com música, voz, projeções de imagens, focado nos mesmos problemas tão contemporâneos e tão queridos dela, que questiona as políticas do mundo, com uma grande vontade de intervenção e uma mensagem política”.

 

Pela boca de Laurie Anderson: “Os políticos são essencialmente contadores de histórias. Eles descrevem o mundo como ele é e também como eles acham que deve ser. Como uma parceira contadora de histórias, parece-me boa altura para pensar como as palavras podem literalmente criar o mundo”.

 

“Homeland”, de 2010, é o último registo discográfico e será de esperar alguns temas provenientes desse álbum, da artista que gosta de se fazer acompanhar pelo violino e que ficou mundialmente conhecida, a partir dos anos 1980, com o seu single “Superman” e os discos “Big science” e “Home of the brave”.

 

Laurie Anderson, que chega com algum tempo de antecedência para limar todos os detalhes deste espetáculo, é para Rui Torrinha “uma artista que olha o mundo de uma forma muito particular, coloca as coisas como um todo, se calhar numa visão algo holística, mais do que apenas numa ideia musical”.

 

Agência Lusa/SAPO Notícias

Foto@AFP

publicado por Equipa SAPO às 11:39
link do post | comentar | favorito

Cultura na cidade-berço

Guimarães é Capital Europeia da Cultura durante 2012. O SAPO Notícias quer sentir o pulso à cidade-berço através de reportagens, testemunhos e curiosidades.

Categorias

. Página inicial
. Em foco
. Locais
. Testemunhos

Agenda

Confira a programação completa da Capital Europeia da Cultura no site oficial.

Pesquisa

Posts recentes

Capital Europeia da Cultu...

Capital Europeia da Cultu...

As polémicas da Capital E...

Guimarães 2012: um ano em...

Coração da Capital Europe...

Guimarães 2012 introduziu...

CEC despede-se com a mens...

O 'desenrascanço' portugu...

Centro histórico de Guima...

Emigrantes vimaranenses r...

Canal de vídeos Guimarães 2012 no SAPO

tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds